Saiba a diferença entre os 4P’s do Marketing e os 8P’s do Marketing Digital

196 BLOG - Saiba a diferença entre os 4P’s do Marketing e os 8P’s do Marketing Digital

Saiba a diferença entre os 4P’s do Marketing e os 8P’s do Marketing Digital

Uma das metodologias de Marketing Digital mais conhecidas aqui no Brasil são os 8P’s criados pelo escritor, consultor e palestrante brasileiro Conrado Adolpho. No livro “Os 8P’s do Marketing Digital”, o autor propõe uma evolução na teoria do professor norte-americano Jerry McCarthy, 4P’s do Marketing, adaptando os conceitos para o mercado digital, afinal, o relacionamento entre empresa e público mudou com a popularização da internet e o Marketing teve que acompanhar essa transformação. Neste artigo, falaremos mais sobre essas duas teorias e como elas ajudam aumentar a visibilidade, a credibilidade e a lucratividade da empresa:

4P’s do Marketing

O professor Jerry McCarthy criou os 4P’s do Marketing com base no conceito de “Marketing Mix” desenvolvido por outro professor norte-americano, Neil Borden, mas foi apenas com Philip Kotler, professor norte-americano e considerado pai do Marketing moderno, que a ideia foi disseminada.

O objetivo é fazer com que o produto ou serviço atenda às necessidades e desejos dos potenciais clientes e descobrir qual é a melhor maneira de fazê-los chegar ao conhecimento e alcance deles. Pegaremos uma frase emprestada do autor para explicar a metodologia: “o marketing é colocar o produto certo, no lugar certo, ao preço certo, no momento certo”.

As quatro variáveis mencionadas na frase são os pilares da teoria dos 4P’s do Marketing (produto, praça, preço e promoção) e são baseadas nas razões pela qual os produtos/serviços são adquiridos pelo público. Agora, vamos falar um pouco sobre cada um desses itens:

– Produto: para o lojista, o produto diz respeito a qualquer coisa que a empresa irá oferecer para o seu público, seja material (como os produtos físicos) ou imaterial (como os serviços prestado). Já para o Marketing, é o ponto de partida de todo o trabalho, porque será aqui que a equipe entenderá e definirá os atributos e características do que é oferecido, tais como: marca, empresa, diferencial, características, ciclo de vida do produto, o que pretende causar aos clientes, entre outros;

– Preço: diz respeito ao valor cobrado pelo produto oferecido. Ele deve englobar os custos da empresa e o lucro. Além disso, deve ser competitivo para atrair a atenção dos potenciais clientes. Por isso é importante saber o que os usuários acham, quanto estão dispostos a pagar, quanto a concorrência está cobrando, entre outros pontos;

– Praça: é preciso fazer uma pesquisa de mercado e conhecer muito bem o público-alvo para conseguir descobrir como o cliente chega até a empresa e/ou o produto, porque só assim será possível escolher por onde (canais de distribuição do produto) e como a empresa deverá se apresentar;

– Promoção: o intuito desse item é criar ações de marketing para promover a empresa, ou seja, torná-la conhecida e passar confiança e credibilidade para o público. Também será pensada as formas como as ações serão veiculadas (televisão, anúncios digitais, etc.) para atrair os consumidores.

8P’s do Marketing Digital

Derivados da ideia de Jerry McCarthy (citadas acima), os 4P’s do Marketing foram uma atualização de acordo com o novo cenário mercadológico: o universo digital. Assim surgiram os 8P’s do Marketing Digital. Essa metodologia ensina a coletar dados, produzir estratégias para divulgação e fazer a empresa alcançar bons resultados dentro da internet para maximizar os resultados da empresa. Vamos falar um pouco sobre cada item presente nessa teoria:

– Pesquisa: saber como o público-alvo se comporta na internet, conhecer o mercado e como cada mídia funciona é muito importante para fazer ações direcionadas e bem mais assertivas. A internet mostra-se uma ótima aliada na hora de conhecê-los justamente por facilitar muito as pesquisas – e ouvi-los é importante para conhecer as dúvidas e motivos que fariam os consumidores comprarem o produto;

– Planejamento: conhecendo o perfil dos consumidores, é hora de planejar as ações de marketing de conteúdo (levando em consideração cada etapa da jornada de compra do cliente), além de definir os temas e onde publicar o material produzido;

– Produção: esse item é fundamental para que as estratégias sejam colocadas em prática, para isso, é preciso produzir tudo o que for preciso para atingir o objetivo do planejamento;

– Publicação: publicar conteúdos que agregam valor aos usuários e são redigidos de acordo com as diretrizes de SEO (Search Engine Optimization) servem para passar confiança ao usuário e melhorar o ranqueamento nos buscadores, atraindo cada vez mais clientes;

– Promoção: essa etapa é sobre promover as publicações, afinal, não surtirá nenhum efeito se a empresa produzir bons conteúdos e não os fazerem alcançar o público-alvo. Portanto, é preciso investir em anúncios, sejam eles pagos e/ou gratuitos;

– Propagação: além de produzir conteúdo interessante e caprichar no SEO, é preciso conquistar o potencial cliente a ponto de fazê-lo interagir e espalhar o conteúdo, impactando mais gente e aumentando a audiência – é preciso torná-lo algo viral. Encontra-se, aqui, as ações de pós-venda (extremamente importantes para conquistar e fidelizar o cliente);

– Personalização: como a internet possibilita um relacionamento menos burocrático e informal, além de juntar uma série de informações sobre o cliente, é importante apostar em uma comunicação e conteúdos personalizados. Quando o cliente se reconhece no que foi publicado, ele olha a marca com maior familiaridade e confiança;

– Precisão: por fim, é preciso mensurar os resultados para orientar as ações, tanto no sentido de avaliar o retorno do que já foi feito (e ponderar se precisa de alguma alteração), como para pensar em novas estratégias. Essa parte é fundamental para o sucesso do Marketing Digital da empresa.

Conclusão

Os 4P’s do Marketing (produto, praça, preço e promoção) são fundamentais para planejar estrategicamente cada passo dado dentro da empresa, com o objetivo de fazê-la crescer de forma organizada e racional – nesse caso, a empresa pode ser tanto virtual como física.

Já os 8P’s do Marketing Digital (pesquisa, planejamento, produção, publicação, promoção, propagação, personalização e precisão) são direcionados para o planejamento estratégico das empresas em ambiente virtual.

É por isso que uma teoria não anula a outra: a combinação entre elas poderá tornar sua empresa mais bem-sucedida e ajudá-la a ser uma referência no mercado.