O pagamento em seu e-commerce: gateway e intermediadores

158 BLOG - O pagamento em seu e-commerce: gateway e intermediadores

O pagamento em seu e-commerce: gateway e intermediadores

Os gateways e intermediadores de pagamento são sistemas que atuam como “pontes” na integração entre o cliente, a loja virtual e as instituições financeiras. Vamos falar sobre as características de cada um deles, que são bastante vantajosas para quem procura segurança, conforto, eficiência, automação e agilidade na hora de gerenciar as vendas.

Formas de Pagamento

Antes de mais nada, vamos falar de formas de pagamento, pois, importante ressaltar que, num e-commerce, o pagamento pode ser realizado de várias maneiras como cartão de crédito, cartão de débito, boleto, transferência bancária ou depósito bancário, além de outras formas personalizadas.

É aconselhável que seu e-commerce possua o maior número possível de opções de pagamento, aumentando a chance de sua loja atender às necessidades de todos os clientes, reduzindo as taxas de abandono de carrinho, ou seja, convertendo mais vendas.

Como escolher as melhores formas de pagamento?

As melhores formas de pagamento são aquelas que o seu mercado pede, que o seu perfil de cliente pede e, para saber isso, deve-se fazer um mapeamento. Uma dica, caso você seja novo na área, é analisar as formas utilizadas por seus concorrentes.

A partir disso, deve-se avaliar quais formas de pagamento se adaptam melhor à sua realidade, considerando a cobrança de taxas, prazos para recebimento do pagamento, facilidade de integração, segurança (para o você e seu o cliente), etc.

Tendo as formas de pagamento escolhidas, vamos prosseguir com a decisão sobre gateway de pagamento e intermediadoras, assunto do nosso artigo.

Gateway de Pagamento

Trata-se de um sistema vinculado ao passo do pagamento online que tem a função de coletar os dados do cliente e transmitir para as instituições financeiras (como bancos e operadoras de cartões), no caso, para as formas de pagamento que você escolheu e que já se afiliou.

Trata-se de uma ponte entre o seu cliente e a forma de pagamento, oferecendo opções variadas que sua loja não teria se trabalhasse com o cliente em contato direto com as instituições.

Algumas características do Gateway

Com o gateway de pagamento, sua loja poderá ter:

– Checkout transparente: o que significa que seu cliente colocará os dados do cartão de crédito, por exemplo, direto na sua loja, sem ser desviado para a página da instituição financeira causando desconfiança e possível fuga;

– Atualização automática de status de pedido: ou seja, você não precisa entrar no sistema de cada instituição para ver se foi confirmado ou não, pois o gateway faz esse trabalho retornando, automaticamente, o status de cada pedido feito em sua loja;

– Captura automática: a cobrança é autorizada instantaneamente e passa de “autorizado” para “pago” de forma automática, assim, o lojista possui a garantia de que receberá o valor daquela transação.

Intermediador de Pagamento

Também chamado de subadquirentes ou facilitadores, o Intermediador de Pagamento funciona como uma ponte entre sua loja e as instituições financeiras (adquirentes).

Escolhendo trabalhar com um intermediador de pagamento, você não precisará se afiliar à nenhuma instituição financeira ligada às formas de pagamento que escolheu. Sua afiliação é direto com o Intermediador e é ele que tem suas próprias afiliações com às instituições.

Trata-se de uma forma mais fácil e ágil de ativar formas de pagamento em sua loja.

Algumas características do Intermediador

As principais características de um Intermediador de Pagamento são:

– Você pode trabalhar com uma variedade de bandeiras sem precisar firmar diferentes acordos com várias empresas (exime o lojista de assinar contratos com bancos e empresas de cartão, facilitando o processo) e oferece serviço de antifraude;

– Se o intermediador escolhido não oferecer checkout transparente, ele será o padrão, sendo realizado fora da loja virtual, ou seja, na hora de concluir a compra, o cliente é encaminhado para o site do intermediador de pagamento, onde precisará se cadastrar e finalizar a compra por esse canal.

– Atualização automática de status de pedidos: assim como acontece nos gateways, o status do pedido (confirmado ou cancelado) altera-se de forma automática.

Conclusão

Afirmar qual das duas opções de pagamento é melhor dependerá mesmo das necessidades de cada negócio, porque isso irá variar conforme alguns aspectos, como segurança, custos, facilidade, conveniência para o cliente, entre outros.

Se for possível, tenha as duas modalidades ativadas, simultaneamente, em seu e-commerce, porque quanto mais opções de pagamento sua loja virtual tiver, maior é a chance de agradar seu cliente e, assim, você garantirá bons resultados em vendas.

Caso contrário, confie em seu mapeamento de perfil de cliente e concorrência, analise as condições atuais da sua loja e sua capacidade financeira e inicie apenas com a modalidade que for possível, mas não se esqueça de que, quanto mais correto iniciar o seu negócio, maiores são suas chances de crescimento.

Comentários