Dicas para evitar os erros mais comuns na gestão de um e-commerce

17 erros - Dicas para evitar os erros mais comuns na gestão de um e-commerce

Dicas para evitar os erros mais comuns na gestão de um e-commerce

O planejamento é a etapa principal de qualquer projeto. Iniciar qualquer plano sem antes passar por essa etapa é caminhar no escuro e, infelizmente, acaba tendo consequências negativas. Com o e-commerce não seria diferente. Ter uma loja virtual pode te trazer vários benefícios, mas também traz grandes desafios. Com base nisso, e em um planejamento de um e-commerce, é importante se prevenir de eventuais erros ou deslizes.

Por isso, elencamos aqui os principais erros na gestão de um e-commerce.

Começar sem um plano de negócio

O plano de negócio é um instrumento que traça todos os pontos necessários para abertura de uma empresa. O que você irá vender, qual público deseja atingir, quais formas de pagamento, como funcionará a política de frete etc.

Em suma, podemos dizer que o plano de negócio é o primeiro passo que você dará para o êxito da sua empresa. Com ele, será possível conhecer os pontos fortes e fracos do seu segmento, além de concorrentes, público-alvo, entre outros.

Muitos empresários acham que sua loja, por ser virtual, não precisa de um plano de negócios. Com isso, acabam iniciando um projeto sem ter os requisitos básicos para mantê-lo.

Ignorar o design da loja

O design é a primeira impressão que o consumidor terá da sua loja virtual. Por isso, não o ignore. Confie o layout do seu site na mão de empresas profissionais. Deixe que elas sugiram o que é melhor em questão de design e navegação. Contrate uma plataforma robusta, que possua variedade em ferramentas e ofereça possibilidade de personalização para versões desktop e mobile. Assim, sua loja virtual estará preparada para receber mais visitas e vender mais.

Oferecer poucos benefícios para o consumidor

Todo consumidor se sente atraído por algum benefício na hora da compra. Uma pessoa que compra por conta de um benefício se sente privilegiada e, em outras ocasiões, poderá voltar a fazer negócio com você.

Muitas lojas utilizam o frete grátis para atrair mais compras. Mas isso pode variar. Você pode fazer uso, por exemplo, de cupons de desconto, descontos gradativos (conforme a pessoa vai comprando em sua loja, vai ganhando descontos) e até mesmo brindes. Tudo depende da sua disponibilidade e planejamento financeiro.

Não oferecer contato

Uma loja virtual precisa oferecer telefones e e-mails de contato para que seu consumidor possa tirar qualquer dúvida durante o processo de compra. Mostrar os contatos transparece confiança e dá sensação de segurança ao consumidor.

Não mostrar o telefone e e-mail, ou deixá-los de difícil visualização, muitas vezes faz com que o usuário abandone o produto no carrinho.

Ofereça sempre dois ou três meios de contato e fique atento para responder o cliente o mais breve possível, respeitando sempre o horário comercial.

Utilizar domínio pouco explicativo

O endereço da sua loja deve dizer tudo sobre seu negócio.

Além de ser a primeira impressão da sua loja, o domínio também influencia o rankeamento e no Google e, por consequência, seu número de acessos. Isso acontece porque o Google confere se a url do site é relevante com seu conteúdo e, se for, melhora sua posição durante a busca.

Use sempre o nome da sua empresa e uma palavra chave para identificar do que se trata seu negócio. Exemplo: uma empresa chamada Terra, que comercializa produtos naturais e orgânicos, pode ter o endereço www.terraprodutosnaturais.com.br.

Viu como é importante se atentar aos detalhes? É muito importante que, ao planejar sua loja e-commerce, você tome cuidado com os erros que podem ser cometidos durante o processo. Evite os possíveis erros e seja um empreendedor de sucesso!

Boa sorte e boas vendas!

Comentários