Descubra como o KPI pode ajudar a medir resultados do seu e-commerce

182 BLOG - Descubra como o KPI pode ajudar a medir resultados do seu e-commerce

Descubra como o KPI pode ajudar a medir resultados do seu e-commerce

Uma das inúmeras vantagens de se ter um e-commerce é a possibilidade de medir tudo. Ter dados precisos e de fácil acesso sobre as vendas e o comportamento do público são importantes para avaliar o desempenho da sua empresa e saber quando e, principalmente, o que precisa mudar – e as métricas e KPIs existem para ajudar nisso! Para saber mais, continue lendo esse artigo que fizemos para te ajudar na análise dos dados de seu e-commerce.

KPIs e Métricas

Os Indicadores-chave de Performances – ou, para os íntimos, KPI (Key Performance Indicator) – são meios importantes para auxiliar na análise do desempenho de uma estratégia baseado em um conjunto de diferentes métricas – por isso são dados mais complexos. Em outras palavras, eles são usados para avaliar se a ação está efetivamente atendendo o propósito.

As Métricas são aqueles dados sobre o comportamento dos visitantes em sua loja, como por exemplo número de visitantes, taxa de conversão, etc. Geralmente, eles são dados mais simples e apresentam os dados de forma bruta e objetiva.

Por exemplo, uma loja quer saber se a sua campanha de marketing para aumentar a taxa de conversão de venda está funcionando. Como a empresa avaliará isso? Ela precisará selecionar as métricas importantes e que sejam condizentes com esse objetivo. Vamos supor que os dados mostrem que aumentou o tráfego, mas a taxa não. Isso significa que é preciso realizar alguma mudança nessa campanha para que o objetivo seja concluído.

Características de um bom KPI

Como as Métricas e os KPIs são usados para acompanhar a evolução das operações, é muito importante ter os objetivos muito bem definidos, para ser mais fácil selecionar e acompanhar os dados que você julga mais essenciais – é preciso foco para não se embaralhar nos resultados e tato para conseguir saber quando é preciso fazer modificações. Depois de deixar bem claro o objetivo, é hora de selecionar o que é importante para a análise.

Existem algumas características que um KPI deve ter para ser eficiente, por exemplo, ele deve ser baseado em dados válidos, ou seja, precisa saber se a informação existe e qual a precisão dela; também deve ser relevante e condizente com seu objetivo para ajudar a melhorar a performance da empresa; deve ser de fácil entendimento, assim, os colaboradores da empresa poderão ajudar a calcular e projetar estratégias; e deve refletir direcionadores de valor (aquilo que movimenta a empresa na direção correta) para atingir os objetivos.

Tipos de KPI

Os indicadores podem ser divididos em três grupos: primários, secundários e práticos. Antes de falar mais sobre eles, é importante dizer que os grupos não devem ser analisados separadamente. A medida que você vai passando de um para o outro, você deve continuar analisando os resultados dos grupos anteriores.

– KPIs primários: são indicadores que apontam, de forma mais rápida, se os objetivos estratégicos estão sendo alcançados. Podemos citar como exemplo o faturamento bruto, a receita total, leads, tráfego, etc.

– KPIs secundários: os resultados desses indicadores estão estritamente ligados com os anteriores, justificando-os. Como exemplo temos custo por lead em cada estágio do funil, custo por visitante, origem do tráfego (orgânico, pago, redes sociais, direto, e-mail e outros), etc.

– KPIs práticos: são os indicadores operacionais que dão mais detalhes para melhor compreensão dos resultados obtidos nos KPIs primários e secundários. Exemplo, palavras-chave mais pesquisadas (de acordo com seu negócio), conteúdos mais lidos/visitados, visitantes (novos x recorrentes), interações sociais.

Conclusão

Como dito, você pode usar diferentes tipos de indicadores de acordo com o que está sendo analisado, só não esqueça que eles precisam ser relevantes para o negócio e que a análise precisa ser feita corretamente.

Sucesso!

Comentários