Confiança do consumidor em lojas virtuais aumenta, aponta estudo

Um novo levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) divulgou, no início deste mês, que o índice de confiança do consumidor em comprar virtualmente aumentou. Em uma escala de 0 a 10, o resultado da pesquisa atingiu 9,3 pontos.

 

Segundo a pesquisa, apenas 8% dos entrevistados afirmaram ter receio de consumir pela internet; o que representa grande avanço e aceitação dos brasileiros ao e-commerce. Outro dado do estudo apontou que entre 2013 e 2014, cerca de 19% dos consumidores realizaram sua primeira negociação online.

 

Entre as vantagens listadas pelos entrevistados sobre a compra online, destacam-se a comodidade, com 74% dos votos; preços mais baixos que em lojas físicas, por 50% dos entrevistados; economia de tempo, por 33% e facilidade na comparação de produtos, elencado por 27% dos entrevistados.

 

Em 2014 os produtos mais comprados pela internet foram eletrônicos, livros, calçados, roupas e eletrodomésticos; mas o estudo apontou os itens que ainda têm certa resistência de compra por parte dos clientes virtuais, como seguros, artigos para pets e comida em geral.

 

O levantamento realizado pelo SPC entrevistou 678 pessoas em todas as capitais brasileiras, entre os dias 05 e 08 de janeiro deste ano. Todos os participantes realizaram compras na internet em 2014.

Escrito por