Branding: por que fazer uma incrível gestão de marca?

204 BLOG - Branding: por que fazer uma incrível gestão de marca?

Branding: por que fazer uma incrível gestão de marca?

Você sabe o que nos faz optar por uma empresa e não pela outra? Será que existe algo que influencia na imagem que nós temos sobre determinadas empresas? Adiantamos para você: isso tudo é culpa do branding! É um conceito que vem desde muito antes da popularização da internet, afinal, as marcas sempre precisaram expressar o seu posicionamento para se relacionar com o público. Vamos falar mais sobre a importância do branding aqui neste artigo:

Definição de marca

Antes de falar sobre o branding, é muito importante explicar um pouco sobre conceito de marca, porque uma coisa está diretamente relacionada a outra. Marca é tudo aquilo que remete a sua empresa, o que torna única, exclusiva e especial por te diferenciar dos concorrentes – vai muito além de ser só o logotipo.

Podemos citar uma lista de outros itens que estão associados a esse conceito como nome da marca, design, valores da marca, público-alvo, meios de comunicação, tom de voz (como se comunica com os usuários), emoção que busca gerar na audiência, propósitos, missão, sons, entre outros. Quanto mais clara for essa distinção, mais fácil de enraizar sua marca na mente do consumidor.

Seth Godin, um dos principais nomes da atual cena do marketing, diz que “uma marca é um conjunto de expectativas, memórias, histórias e relacionamentos que, juntos, são responsáveis por fazer o consumidor escolher um produto ou serviço em vez de outro”.

Ou seja, a marca precisa provocar alguma emoção no consumidor para atrair a atenção dele. Isso acontece, porque as pessoas compram o “porquê” (motivo, sentimento e posicionamento) do que você vende e não apenas “o que” (produto). Se a pessoa se identifica com a ideologia da empresa, ela cria uma conexão – dessa forma, você vai atrair só quem realmente te interessa (aqueles que se identificam com o que você acredita).

Definição de Branding

Bom, agora que você sabe o que é marca, vamos falar sobre Branding. Você deve estar se questionando o que uma coisa tem a ver com a outra, vamos te explicar: o Branding diz respeito a como você quer que o consumidor interprete sua marca – e, como dito, será através dela que você despertará sensações e criar conexões conscientes e inconscientes com eles.

Ele engloba todas as ações que possuem o objetivo de ajuda na construção da percepção do consumidor em relação à sua empresa, tornando-a mais popular, visível, desejada, positiva, forte e consolidada na mente e no coração dos consumidores.

Atente-se a um fato: nossas escolhas de compra não são única e exclusivamente racionais, existem uma série de fatores emocionais que influenciam na hora da compra, também! Por isso você precisa do branding, assim, quando a necessidade de compra surgir, a sua marca precisa ser a escolha lógica (a primeira opção que vem à cabeça).

Importância do Branding

Antes de falar as coisas positivas que o branding traz para a sua empresa, imagine a seguinte situação: uma empresa que vende produtos de maquiagem veganos pretende atrair um público que seja compatível com o discurso, ou seja, que não compra nada de empresas que façam teste em animais, não coloque nada de origem animal no produto, não patrocinam eventos que envolvem animais, etc.

Quando a sua marca reflete e, principalmente, é fiel ao discurso, com certeza conseguirá atingir o público-alvo com mais facilidade. Mais do que isso, será preciso mostrar os diferenciais dos produtos ou serviços para se destacar frente a concorrência – aqui, podemos citar três vantagens de uma boa gestão de marca: associação com um nicho de mercado, reconhecimento de marca e relação de lealdade com o público ideal que defende os mesmos valores.

A partir do momento que você cria identificação com o público através da personalidade e dos propósitos da sua empresa, você consegue promover uma boa experiência de compra e, por se destacar na mente e no coração dos usuários, você conseguirá variar o preço dos seus produtos – outras duas vantagens: maior presença na mente dos consumidores e aumento de confiança na marca.

Agora, voltando ao nosso exemplo: uma pessoa que se declara vegana consome naquela empresa mais pelo ideal e pela qualidade dos produtos do que pelo valor dos produtos – por fim, vamos citar mais um benefício do branding: maior valor agregado (a percepção de valor irá mudar de acordo com o reconhecimento da marca).

Diferença entre Branding e Posicionamento de Mercado

Talvez você esteja confundindo o conceito de branding com o de posicionamento de marca. Então, vamos falar um pouco a diferença desses dois conceitos. O branding possui uma abordagem mais integral e um dos seus três pilares é justamente o posicionamento de mercado (que é a forma como a imagem da empresa se faz presente na mente dos clientes).

Os outros dois pilares são: definição do negócio e proposta de valor. O primeiro diz respeito a informar de forma clara o que é o produto ou serviço oferecido. O segundo seria o benefício que o consumidor terá ao comprar algo da sua empresa.

Conclusão

A força da marca não é criada do dia para a noite, mas trará resultados bastante positivos a médio e longo prazo. Portanto, seja para se conectar com o público, para fortalecer sua marca no mercado, aumentar as vendas e/ou atrair investimentos para o seu negócio, tenha consciência de que toda empresa precisa investir em branding – isso não é mais luxo, é essencial!

Comentários